Textual description of firstImageUrl

Como Fazer Consolidado de Vagas (Abertura e Fechamento)

| |

Você profissional liberal, micro empreendedor ou micro empresa, sabe como controlar as aberturas e fechamentos de vagas de forma automatizada? 

Não consegue ter o controle destas, por os softwares serem caros e não cabe no seu orçamento? 

Manter a organização de abertura e fechamento de vaga, são etapas importantes para os profissionais de Recrutamento e Seleção, ainda mais quando é necessário realizar diversas atividades. 

Neste conteúdo, não te ensinarei, mas vou te auxiliar como consolidar as vagas de forma automatizada, continue lendo para obter mais informações. 

Como fazer o consolidado de vagas (abertura e fechamento) de forma simples e sem custo adicional? Saiba como com o material grátis, aqui!
Imagem de Pixabay | Licença CC0 Public Domain

 
Antes de falarmos um pouco sobre como consolidar as vagas, recordava-me da minha época de estudante acadêmica, acredito que cada um de nós, teve uma disciplina que foi o terror em nossas vidas, um bendito tendão de Aquiles, seja, na escola ou na graduação. 

O meu tendão de Aquiles, foram os cálculos, nada contra. Até consigo me virar, mas naquela época trabalhava numa contabilidade (no setor contábil), no horário da aula queria ver tudo, menos números. 

Só que, em alguns subsistemas de nossa área em algum momento esbarraremos com cálculos, em determinadas circunstâncias, haverá a necessidade de mensurar resultados/dados, não é? 

E você sabe como, facilitar a organização de vagas abertas e fechadas? Não, então vou te ajudar! 


COMO FAZER CONSOLIDADO DE VAGAS PARA RECRUTAMENTO E SELEÇÃO 



De antemão, para utilizar o método que, disponibilizarei de forma gratuita, requer que você seja uma pessoa organizada e leia atentamente as instruções do arquivo para obter os resultados corretos. 

E que tipo de arquivo é esse?! 

É claro, a planilha de Excel! O Excel, é uma excelente ferramenta para realização de cálculos, além de que, é uma mão na roda para os profissionais que não tem software de controle das vagas. 

Já mencionei anteriormente sobre a utilização da planilha de Excel, e sugiro que confira alguns conteúdos que ensino como calcular jornada de trabalho e como enviar e-mail lote para candidato (volume)

Diferentemente, dos conteúdos anteriores no qual ensino como fazer os cálculos, neste não será possível, pois os passos são trabalhoso, optei disponibilizar gratuitamente, a planilha de Excel já está pronta e com os exemplos para o usuário, habituar-se com a mesma. 

Esta planilha de excel é um consolidado de vagas que constam 4 abas: 

1 - Visão Geral: Nesta aba consta o consolidado geral das vagas, sendo possível identificar o(s) número(s) de vaga(s): fechada, vencendo, vencida e em aberto por empresa/cliente e o total geral de vagas. 

Como fazer o consolidado de vagas (abertura e fechamento) de forma simples e sem custo adicional? Saiba como com o material grátis, aqui!
Imagem de Blog DespertaRH


2 - Cadastro: Informações relacionadas a vaga bem como nome da empresa, vaga, data de abertura e fechamento, salário, quantidade de vagas e total geral de vagas. 

Como fazer o consolidado de vagas (abertura e fechamento) de forma simples e sem custo adicional? Saiba como com o material grátis, aqui!
Imagem de Blog DespertaRH


3 - Status: Esta aba, é uma das mais importantes, nesta consta a fórmula que é possível identificar o status de cada vaga de forma individual (fechada, vencendo, vencida e em aberto), e com uma informação a mais, nome da contratação (nome do contratado). 

 Como fazer o consolidado de vagas (abertura e fechamento) de forma simples e sem custo adicional? Saiba como com o material grátis, aqui!
Imagem de Blog DespertaRH



4 - Ajuda: Tão importante quanto as outras, nesta aba, consta as instruções de como utilizar as outras abas, cada aba tem a sua respectiva orientação. 

 Como fazer o consolidado de vagas (abertura e fechamento) de forma simples e sem custo adicional? Saiba como com o material grátis, aqui!
Imagem de Blog DespertaRH




Observação: As células que estão com as devidas fórmulas não estão bloqueadas, ou seja, o usuário conseguirá alterá-las. Porém, tenha cuidado para não apagar a fórmula das células, isto, influenciará no resultado. 


Esta planilha, é um modelo simples, mas requer um pouco de conhecimento de excel, uma vez que, consta fórmulas como: cont.ses, soma, se, hoje e entre outras, vou parar por aqui antes que te assuste mais! 

Por fim, há exemplos no arquivo, antes de usá-la, sugiro que faça uma cópia, uma será oficial e a outra rascunho até compreender o funcionamento da mesma. 


Não consegue baixar a planilha? Receba-a em seu e-mail, basta enviar um e-mail com assunto ""consolidado de vagas" para contato@blogdespertarh.com.


E você, como organiza as aberturas e fechamentos de vagas? E você também é daquelas pessoas que evitam o Excel? Me conta, deixe seu comentário! E compartilha este conteúdo em suas redes sociais e com seus amigos, tenho certeza que eles vão gostar! ;)
Continue Lendo...

Textual description of firstImageUrl

9 Coisas Que Aprendi Com 2017 (Feliz Ano Novo!)

| |

Nove coisas que aprendi com 2017, o velho ano também me ensinou algumas coisas até nos últimos minutos. Mas me diga, quem nunca quis escrever novas metas para o ano novo?

Fazer planos, estipular prazos e obter resultados. Uma euforia total, não é? Mas, com tudo isso, você parou para pensar o que o ano velho te ensinou? 

Raramente pensamos no aprendizado, sabemos apenas dizer que, tivemos um ano bom ou um ano ruim. Convido você, a fazer uma leitura e saber mais sobre 9 coisas que aprendi com 2017

O ano de 2017 foi marcado por mudanças para todos nós, e é importante, aprendermos com cada mudança. Continue a sua leitura para saber mais.


É praxe de fazer metas para o ano novo, mas você já parou para pensar qual aprendizado teve com o ano velho? Veja agora algumas coisas que aprendi com 2017.
Imagem de Pixabay | Licença  CC0 Public Domain

 9 COISAS QUE APRENDI COM 2017


Quase não fujo a regra, assim, como muitos gosto de fazer algum tipo de plano para o ano que inicia. Apesar que, a maioria de meus planos ou projetos, são a longo prazo, do que, curtos períodos. 

Desta vez, foi necessário pensar no que deu errado, e óbvio, transformar este(s) erro(s) num aprendizado. O que levei em consideração: hábitos, atitudes, pensamentos, ações, projetos e outros fatores para obter um compilado do que aprendi com 2017.


 #1 TOMAR UMA DECISÃO OU ATITUDE


Como é difícil tomar uma decisão ou uma atitude, falar sobre isso também não é nada fácil. Certos momentos de nossas vidas, nos sentimos estagnados, perdidos, procurando algo... Temos consciência de que, o nosso estado atual não é aquele no qual, planejávamos ou queríamos estar

Só que, em contrapartida nada fazemos, e a cada dia protelamos mais e mais uma decisão ou uma atitude que, pode fazer a diferença em nossa vida. O problema não é agir, é o medo de agir. É uma luta travada entre a razão e emoção, entre a zona de conforto e dar as caras para conquistar o que deseja.

Este momento requer uma decisão, permanecer na zona de conforto, esta por vez, pode haver coisas que não te agrada e aceitar ou até mesmo algo inerte. Já dar as caras para conquistar o que deseja, nem sempre será algo simples e exigirá muito de nós


#2 DESAPEGAR É PENOSO, PORÉM ESSENCIAL


Além de, tomar uma decisão ser algo difícil, consequentemente, vem o próximo passo da decisão ou da atitude, desapegar. O desapego, não é algo natural, é um processo. Para conseguirmos desapegar de algo requer muito preparo emocional, principalmente, para pessoas que são fortemente conectadas as suas emoções. 

Desapegar, deve ser algo natural, saber que, é necessário perder para ganhar e não adianta se remoer posteriormente. Tudo deve ser feito de forma inteligente, ciente que, não terá volta. Há circunstâncias que não devem ser guardadas e sim, serem levadas como aprendizado. 

Tais circunstâncias, trazem sentimentos, alguns são destrutivos, os quais não devem ser alimentados. É preciso, se libertar de coisas passadas que não fazem bem para nossas vidas, sejam elas, pessoas, coisas, sentimentos, pois a vida vai passar e continuaremos nutrindo algo que não é reciproco ou não tem volta. Desapegar é difícil, mas é necessário para nos desenvolvermos a cada dia


#3 COMECE COM ALGO PEQUENO


A vida é feita de processos, de fases, de etapas e por aí entre outros nomes. Acredito que, as grandes mudanças internas (aquelas que citamos no item 1) não acontecem do dia para noite, inicialmente, vamos trabalhando a ideia em nossos pensamentos até chegar no momento de tomar uma decisão. 

E para executar a tomada de decisão será preciso ter algumas atitudes, e como ter atitude, se decidirmos fazer algo grande? Simples, iniciamos por pequenas partes. Primeiro, arrumando as coisas pequenas e depois passamos para maiores, deste modo, alcançaremos nosso objetivo. 

Um exemplo, há quatro anos estava disposta ficar um período de 6 meses sem doces (tipo chocolate, sorvetes, balas, refrigerantes, bolos, bebidas com açúcar e entre outros), para não sentir o impacto da abstinência de açúcar aos poucos reduzi a quantidade de doce que comia, a cada dia, diminuía mais e mais, para que, quando o período que estipulei estivesse próximo pararia totalmente com o açúcar. 

Foi algo complicado? Super! Até hoje não sei como eu consegui fazer isso. Deu certo, pois tomei uma atitude, desapegando e começando de forma moderada, caso contrário, teria desistido no segundo dia. 

É praxe de fazer metas para o ano novo, mas você já parou para pensar qual aprendizado teve com o ano velho? Veja agora algumas coisas que aprendi com 2017.
Imagem de Pixabay | Licença  CC0 Public Domain


 #4 NÃO SE COMPROMETA A FAZER O QUE NÃO PODERÁ CUMPRIR


Se comprometer a fazer algo, em primeiro lugar, demonstra responsabilidade. Quando, não cumpre aquilo que se comprometeu, as pessoas te veem como irresponsável. O fato de prometer algo para alguém, não é apenas entregar trabalhos/projetos, faz parte também da vida familiar, social, sentimental, financeira e em especial, quando você promete algo para si, mas sabe que não poderá cumprir. 

As pessoas, tem uma memória seletiva, ou seja, elas lembram daquilo que convém, você pode ter feito mil coisas para alguém, caso tenha prometido algo e não cumpriu, acredite, esta pessoa te lembrará disto para toda uma vida

O que faz prometermos e não cumprirmos? São N motivos, a correria do dia-a-dia, a nossa dedicação em alguma coisa, prometemos para morrer o assunto ou para agradar. Somos impulsionados pela situação, e quando vemos, prometemos algo que sabemos que não cumpriremos


#5 NÃO QUEIRA AGRADAR A TODOS


De antemão, não estou aqui para ofender a religião e crença de ninguém, porém utilizarei um termo que é comum em relação aos comparativos. Se Jesus Cristo, não agradou e não foi aceito por aqueles que ele veio, quem sou eu, para querer agradar alguém?! Ninguém. 

Quando queremos agradar a tudo e a todos, algumas coisas podem ocorrer: ser puxa-saco ou se anular para viver em prol do outro. O que seria "se anular"? Esquecer que você tem uma vida, tem compromissos, tem sonhos e entre outras coisas. E com medo de ser rejeitado, abraça tudo que os outros vão colocando em sua frente. 

Tanto que, se ocupa nas coisas alheias, quer ser perfeito no que faz para o outro, e no final da história, você não fez o que realmente gostaria de ter realizado, já que, passou seu tempo tentando agradar alguém


#6 NÃO PEGUE O PROBLEMA DO OUTRO PARA SI


Aprender a não pegar o problema dos outros faz tempo que aprendi, mas volta e meia, percebo que, peguei o problema do outro de novo. Neste momento, paro e penso, fulano resolverá o meu problema? 

Não, claro que não, então por qual motivo pegar o problema deste novamente. Vejamos, não é para ser indiferente aquele que, pede a sua ajuda e sim, identificar quais são as suas prioridades

Se dentro, da tua realidade é possível, estenda a mão para quem precisa. O que não se deve fazer é se anular, esquecendo de sua vida e seus problemas para resolver o do outro


É praxe de fazer metas para o ano novo, mas você já parou para pensar qual aprendizado teve com o ano velho? Veja agora algumas coisas que aprendi com 2017.
Imagem de Pixabay | Licença  CC0 Public Domain


#7 NÃO QUEIRA MUDAR O OUTRO, ACEITE QUE, CADA UM TEM O SEU JEITO


Uma das coisas que aprendi ao estudar Psicologia, foi utilizar a palavra, indivíduo. Causa estranheza, sim! Levamos, esta palavra para o sentido negativo, um mau elemento, sentido pejorativo. Porém, neste contexto refiro-me ao ser humano, um ser único e pensante.

Partindo deste princípio, compreendo que, não posso querer mudar o outro, se o outro é um ser pensante, logo compreendo que, este tem o seu jeito/sua maneira de ser e viver. Não é a toa que, utilizamos constantemente o termo "cada um, é cada um", de tal forma, não adianta querer mudar a outra pessoa, isto deve partir dela, não queira impor o seu jeito de ser no outro, aceite.  Não quer aceitar, pelo menos respeite!

Lembre-se, cada um tem uma vida, uma história, uma crença, uma dor, um sonho, um mundo e entre outras coisas diferentes de você. 


#8 NÃO GASTE ENERGIA COM O QUE NÃO TEM CONSERTO OU SOLUÇÃO


Sou de uma época ou geração por assim dizer que, quando criança, caso quebrasse algo (o que acontecia com frequência e até hoje), costumava consertar aquilo que quebrei, pois não queria receber nenhum sermão, por minha traquinagem. 

E ainda, tenho este hábito, algo que trouxe para minha vida adulta, seja o que for que não deu certo, procuro de algum modo consertar/solucionar e isto, equivale as coisas palpáveis, relacionamentos, ou seja, todos os âmbitos de minha vida. 

Porém, percebi que, para algumas coisas não requer gasto de energia, quanto mais energia coloco para resolver algo, aquilo, não é possível ser solucionado. Não é solucionado por eu não querer, e sim, por ir além da minha capacidade ou por pertencer a outra pessoa



#9 FAÇA O QUE TE FAZ BEM, DEDIQUE-SE A ISTO


Percebi e aprendi com 2017 que, muitas coisas que realmente gosto de fazer, e as faço sem nada em troca, me fazem bem, me sinto viva. E quando fazemos algo com carinho, amor e dedicação, as coisas fluem de forma diferente.

Só que, para isso, requer tempo, e será que temos tempo para nos dedicarmos aquilo que realmente queremos? Somos requeridos por tudo, seja, trabalho, estudo, atividade de casa e etc., estamos ocupados com outras coisas que precisamos e depende de nós, porém damos pouco atenção aquilo que queremos realizar.

Aprendi com 2017, que devemos pelo menos ter uma hora do dia, para fazer algo que gostamos e que sentimos satisfação em fazer. E aos poucos, torná-lo um hábito, uma rotina para não se perder em meios aos próximos trezentos e tantos dias de 2018.

Feliz Ano Novo!


Gostou deste assunto sobre as coisas que aprendi com 2017, e você também aprendeu alguma coisa, me dê sua opinião? E aproveite para compartilhar este artigo em suas redes sociais!
Continue Lendo...

Textual description of firstImageUrl

Por Que Sua Atenção Concentrada e Memória Não Funcionam?

| |

Você já teve aquele esquecimento que mais parecia que houve um apagão total em seu cérebro? 

Sua atenção concentrada e memória estão com dificuldades em armazenar e recuperar a informação, em outras palavras, pode ser uma falha no processo de retenção da informação que recebe.

Parece complicado não é?! Mas, posso te orientar! 

Continue a sua leitura para saber como é o esquema de memorização de forma simplificado e saiba também o que pode ocasionar estes esquecimentos básicos #sqñ.

Uma guia rápido sobre atenção concentrada e memória, e como resolver os esquecimentos básicos que podem ser constrangedores. Confira aqui 6 dicas para você.
Imagem de Pixabay | Licença  CC0 Public Domain


EXCESSO DE INFORMAÇÕES AFETAM NOSSA ATENÇÃO CONCENTRADA E MEMÓRIA



É fato que, vivemos no mundo da informação, da notícia, do conhecimento e do excesso de impulsos que recebemos, e o fruto disto é, exigir cada vez mais do ser humano. 

E com isso, a nossa atenção concentrada e memória, nem sempre estão em dias, ou seja, não estão livres para obter mais conhecimentos ou referências. 

Saiba que você, não está sozinho(a), há outras pessoas que passam por situações semelhantes a estas que, parecem ser mais constrangedoras do que tudo, esquecer aquilo que estava na ponta da língua. 


É PRECISO DE MUITO ESFORÇO PARA EVITAR OS ESQUECIMENTOS INDESEJÁVEIS?


Bom, viver no mundo em que, informações estão explodindo a cada momento e por consequência nem sempre conseguimos registrar, reter e/ou absorver tudo de uma só vez.

Sim, é através do processo de registrar, reter e/ou absorver as informações que, não temos os esquecimentos indesejáveis. Prossiga com a leitura, para compreender mais sobre este processo.

Além de que, atenção concentrada, determina aquilo que é importante e na maioria dos casos por seletividade, isto é, dependendo do seu nível de concentração e daquilo que te convém, você consegue lembrar de alguma coisa, caso contrário não!

E como possível reter as informações? 
Antes de mais nada, reter a informação, nada mais é que armazená-la, quer dizer, guardar. E para reter as informações, requer alguns estímulos, por exemplo: 

  • REPETIÇÃO - Quando algo é repetido por várias vezes, conseguimos guardar em nossa memória;


  • NOVIDADE - Quando algo é novo, pelo fato de ser uma novidade, armazenamos melhor do que algo mais antigo; 


  • INTENSIDADE - Quando algo é intenso, lógico que é, variável entre as pessoas;


  • E entre outros estímulos. 



Você sabia que o humor pode interferir drasticamente na retenção da informação? 
Sim! O humor pode impedir a retenção da informação, isso é visto, quando ao realizarmos atividades desmotivados e sem interesse, não existe atenção concentrada nenhuma. E também por estarmos desatentos, distraídos ou dispersos

E com esses fatores mencionados, são desencadeados uma serie de comportamentos negativos como:

  • esquecimentos; 
  • erros no trabalho / escola / faculdade; 
  • acumulo de atividades; 
  • problemas por não estabelecer prioridades e 
  • entre outros. 


E qual é a decorrência dos esquecimentos? 
Pelo fato de não haver atenção necessária o cérebro não registra de forma eficaz a informação obtida, veja o esquema abaixo: 

Uma guia rápido sobre atenção concentrada e memória, e como resolver os esquecimentos básicos que podem ser constrangedores. Confira aqui 6 dicas para você.
Imagem de Blog DespertaRH



Primeiramente recebemos a informação se houver a devida atenção daquilo que é recebido, tal informação será conduzida ao cérebro no processo chamado codificação, a informação é retida e quando precisar da mesma será resgatada, ou seja, é como se você criasse uma nova pasta na área de trabalho do computador para salvar um relatório importante e quando precisar, já sabe em qual pasta está. 




6 DICAS PARA MANTER ATENÇÃO CONCENTRADA E MEMÓRIA EM DIA 


1. Escutar e compreender a informação quando é passada, ou seja, parar o que está fazendo e escutar atentamente as instruções, evitando assim, futuros apagões; 

2. Tem muita coisa para lembrar? Faça anotações: utilize o celular, agenda, não confie 100% em sua memória, você pode esquecer algo importante;

3. Tem dúvidas, pergunte: Quando temos dúvidas, o aprendizado é mais difícil, complicando o processo de memorização, então, havendo dúvidas, pergunte;

Uma guia rápido sobre atenção concentrada e memória, e como resolver os esquecimentos básicos que podem ser constrangedores. Confira aqui 6 dicas para você.
Imagem de Pixabay | Licença  CC0 Public Domain


4. Desenvolva atividades complexas uma por vez: Não queira fazer quinhentas coisas ao mesmo tempo, dê prioridade, concentre-se na atividade que está executando; 

5. Fale menos: Enquanto receber as informações ou orientações, evite falar, para não se confundir e;

6. Estimular a memória com leituras apropriadas. 


Importante: O esquecimento pode ser ocasionado pela idade, podemos lembrar ou esquecer daquilo que nos interessa, por traumas e outros aspectos. Percebendo que, a uma frequência significativa de esquecimentos procure um especialista. 



Gostou deste assuntos sobre os atenção concentra e memória, me dê sua opinião? E aproveite para compartilhá-lo em suas redes sociais!

Continue Lendo...

Textual description of firstImageUrl

8 Tipos de Comportamentos Que Prejudicam a Entrevista de Emprego

| |

Tem sido através da entrevista de emprego que, notamos um número elevado de candidatos por vaga, evidenciando ainda mais os indicadores referente ao mercado de trabalho do país.

De acordo com os dados, da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Continua (PNADC), do IBGE realizada no primeiro trimestre de 2017, atualmente há 14 milhões de desempregados. 

Este indicador reflete o que tem ocorrido, na busca de uma recolocação profissional,  muita concorrência

E visando esta questão de concorrência, como se preparar para uma entrevista de emprego

Você se sente pronto para participar de um processo seletivo ou até mesmo concorrer à uma vaga interna dentro da empresa? 


O mercado de trabalho atual tem sido cada vez mais concorrido,  Conheça aqui quais são os comportamentos que podem te prejudicar na entrevista de emprego.
Imagem de Pixabay | Licença CC0 Public Domain

NEM SEMPRE É POSSÍVEL CAUSAR UMA SEGUNDA BOA IMPRESSÃO NA ENTREVISTA DE EMPREGO



Não há dúvidas que, vivemos no piloto automático e na hora da entrevista é importante termos consciência de nosso desempenho, pois, sempre acreditamos ter uma boa atuação e não compreendemos o motivo de não ser aprovados na seletiva. 

Sendo assim, o que cremos em ser bom, pode causar efeito contrário do que esperávamos. Fique atento(a)! 

A verdade é, nem sempre, conseguiremos causar uma segunda boa impressão. Por isso, é primordial se policiar no momento da entrevista de emprego evitando comportamentos que, prejudicam seu desempenho.


COMO IDENTIFICAR OS COMPORTAMENTOS PREJUDICIAIS NA ENTREVISTA DE EMPREGO?




Devemos levar em consideração que, ansiedade/nervosismo todos tem um pouco, só que, alguns profissionais não conseguem controlar esses aspectos e por consequência atrapalham sua apresentação. 

A preparação para um processo seletivo, consiste quando o candidato ou o profissional que almeja uma nova posição na empresa, faz uma autoavaliação, isto requer, a identificação de alguns pontos, bem como: 

  • pontos fortes; 
  • pontos a serem desenvolvidos;
  • conhecimentos e habilidades; 
  • comportamento;
  • e entre outros. 

Dentro deste contexto, visando na questão de comportamento, atentar se possui alguma atitude desfavorável, e possa ser evidente na entrevista de emprego. 

No entanto, há outros tipos de comportamentos que influenciam e geram aspectos negativos em qualquer momento do processo seletivo, e este devem ser eliminados ou ponderados. 


O mercado de trabalho atual tem sido cada vez mais concorrido,  Conheça aqui quais são os comportamentos que podem te prejudicar na entrevista de emprego.
Imagem de Pixabay | Licença CC0 Public Domain


COMPORTAMENTOS PREJUDICIAIS NA ENTREVISTA DE EMPREGO



Com base em todos os processos seletivos presenciais já realizados, em muitos deles, há candidatos que tem algum tipo de comportamento que não condiz com a circunstância. 

Em algumas situações, os candidatos tem um bom perfil, porém o comportamento apresentado prevalece em relação ao perfil da vaga, eliminando-o antes mesmo de finalizar o processo. 

Por qual motivo isso acontece? 

Isto acontece, por o selecionador pensar adiante, ou seja, imaginando o candidato na próxima fase ou até mesmo contratado para o cargo. 

E nem sempre, a empresa consegue moldar o perfil do candidato conforme deseja. 





SAIBA QUAIS SÃO OS 8 COMPORTAMENTOS QUE TEM ASPECTO NEGATIVO



1 - O sabe tudo: 
Esse tipo de candidato se acha tão bom, que tudo que o selecionador diz ele sabe fazer e faz melhor do que qualquer um, só ele sabe e só ele entende. 

Nota: Não diga o que não conhece, caso desconheça, diga a verdade e demonstre que tem interesse em aprender. 


2 - O esquecido ou o que vive no mundo da lua: 
Não lembra o que fazia na última empresa, não sabe o segmento da empresa e não se lembra sequer de ter se candidatado à vaga. 

Nota: Demonstra desinteresse em absolutamente tudo. 


3 - O atrasado: 
O universo conspira contra ele, só chega atrasado nos processos seletivos, não leva currículo ou quando leva, está desatualizado. 

Nota: Imprevistos acontecem, mas se atrasar sempre é sinal que há algo errado. 


4 - O entrevistador: 
Esse perfil é aquele candidato que bombardeia o selecionador com diversas perguntas, sem dar a chance do mesmo apresentar as respostas. 

Nota: É interessante fazer perguntas ao selecionador em caso de dúvidas, quando o mesmo dar a oportunidade, levante o(s) ponto(s) que está com dúvida(s), mas tomar o papel dele, é incômodo e inconveniente.

O mercado de trabalho atual tem sido cada vez mais concorrido,  Conheça aqui quais são os comportamentos que podem te prejudicar na entrevista de emprego.
Imagem de Pixabay | Licença CC0 Public Domain



5 - O calado: 
Não fala nada, entra na entrevista mudo e sai calado. Geralmente, só responde o que se pergunta, se for perguntas abertas ou fechadas, sempre responde "não sei"

Nota: Quem tem esse perfil transmite desinteresse pela vaga. Não confunda, este perfil com pessoa que é tímida, até mesmo com a timidez momentânea o profissional consegue manter um diálogo. 


6 - O marcador de presença: 
Esta ali por avisarem que a empresa está contratando ou por mandaram procurar um emprego, em outras palavras, o que vier é lucro e nem sabe o que realmente está se passando. 

Nota: Perfil desinteressado, o perfil é semelhante ao "o esquecido". 


7 - O frustrado:
Nada dá certo, tudo na vida dele dá errado e tudo que aconteceu deu errado. 

Nota: Este perfil demonstra apenas as coisas ruins que aconteceu ao longo de sua jornada, sobressaindo apenas os aspectos negativos. 


8 - O péssimo ouvinte: 
Só ouve aquilo que convém. 

Nota: Este perfil, é seletivo ao ouvir, só aquilo que traz benefícios é capaz de concentrar-se, semelhante ao perfil "o entrevistador". 


Reveja os seus conceitos: 

  • Faça uma reflexão de como tem se saído no processo seletivo, o que tem transmitido em sua linguagem comportamental.

  • Faça uma autoavaliação é extremamente importante, mesmo que, não seja tão clara e não identifique o que está fazendo de errado, busque outras alternativas.

  • Caso receba uma devolutiva de processo seletivo, pergunte ao selecionador o que você deve aprimorar ou melhorar em sua performance ou em seu currículo para ser mais atrativo. 

Certo?!


Agora me dê sua opinião, você tem se preparado para participar de processo seletivos, sendo, uma recolocação no mercado de trabalho ou uma nova posição na empresa? Deixe sua opinião!
Continue Lendo...

Textual description of firstImageUrl

Como Fazer Dinâmica de Grupo em 4 Simples Passos

| |

Você acredita que, a dinâmica de grupo é algo apenas para aprimorar um processo seletivo ou quebra-gelo dos treinandos ou até para distrair uma equipe? 

E acha que tudo isso é uma bobagem? 

Bem, sinto dizer, mas você está completamente enganado(a)! 

Tal procedimento, vai muito além de, nossa compreensão. 

É claro que, se você é o responsável pela vaga da empresa e quer saber como aplicar uma dinâmica de grupo, e não faz a menor ideia de como? Posso te ajudar! 

Prossiga com está leitura, e compreenderá de modo simplificado, qual a finalidade e os fundamentos que a dinâmica de grupo é capaz de proporcionar com a obtenção de excelentes resultados. 

Você acredita que, a dinâmica de grupo é algo apenas para aprimorar um processo seletivo? Leia aqui, quatro passos simples de como fazer dinâmica de grupo.
Imagem de Pixabay | Licença  CC0 Public Domain


O QUE ESTÁ POR TRÁS DA DINÂMICA DE GRUPO



Mas, antes de tudo, você já levou em consideração que, nos seres humanos vivemos em grupos?

Fazer parte de um grupo, é algo que está em nós e com o tempo, tende aumentar mais e mais, sejam eles: micro, pequenos, médios ou grandes e dos mais variados também: familiar, amigos, trabalhos, sentimentais, religiosos e entre outros. 

E em grupo, não somos vistos mais como um indivíduo, mas a voz total de uma massa, por conseguinte, podemos ser influenciados pelo grupo que pertencemos.  

Sim! Viver em grupo é uma ferramenta de estudo, e podemos aprofundar nossos conhecimentos em algumas linhas epistemológicas, dentro dessas: a psicologia social e sociologia, além de conhecer mais sobre os estudiosos, como Kurt Lewis, conhecido por desenvolver seus trabalhos com grupos.

A DINÂMICA DE GRUPO NAS EMPRESAS 


Agora, falando da dinâmica de grupo num ambiente organizacional, a mesma representa ser um material valoroso, pois nós seres humanos comportamo-nos de modo diferente quando estamos em grupo, e também, através desta é perceptível identificar características que não foram nítidas na entrevista ou até mesmo no trabalho de equipe do dia-a-dia. 

Você acredita que, a dinâmica de grupo é algo apenas para aprimorar um processo seletivo? Leia aqui, quatro passos simples de como fazer dinâmica de grupo.
Imagem de Pixabay | Licença  CC0 Public Domain

Para você compreender melhor: 

Passo 1 - A dinâmica de grupo, é uma ferramenta relevante seja no processo seletivo ou treinamento de uma equipe:

Muitas empresas, a cada dia estão adotando esta ferramenta com a finalidade de avaliar o comportamental dos candidatos. 
E para avaliar o comportamental do candidato, requer: um objetivo. Não basta aplicar a dinâmica de grupo, desconhecendo a sua finalidade. 


Passo 2 - É possível aplicar qualquer tipo de dinâmica de grupo:

Dentro do processo seletivo, é fundamental compreender qual o propósito, ou melhor, o intuito da dinâmica. 
Pois cada seletiva, tem um tipo de perfil, como resultado, temos parâmetros diferentes para serem avaliados. 
De tal modo, não é possível utilizar qualquer indicador na dinâmica de grupo, sem saber o que é avaliado, o desfecho pode ser desastroso. 


Passo 3 - No treinamento de equipe que busca o entrosamento, que tipo de dinâmica aplicar? 

No treinamento, a dinâmica de grupo pode ser utilizada de outra forma, ou seja, empregada como complementação para o desenvolvimento da equipe/grupo.



Entenda bem:
A empresa busca um profissional que, seja comunicativo, então a dinâmica tem de ser voltada para isto (explorar o lado comunicativo do candidato). Enquanto, o treinamento visa a interação e cooperação da equipe, deste modo, a dinâmica tem que ter a mesma finalidade (cooperação), é incoerente aplicar algo relacionada à competição entre a equipe.


Passo 4 - Devo aplicar a dinâmica antes ou depois da entrevista? 

Isso, vai depender de como é o fluxograma desenvolvido pela empresa ou pelo responsável pela vaga. 
Dependendo de como é a entrevista e a dinâmica de grupo, ambos podem ser uma complementação, em outros casos a dinâmica pode atrapalhar a apresentação pessoal do candidato.


Como assim? 


Tem candidatos que ao ouvir falar em dinâmica, entra em pânico e não consegue desenvolver aquilo que, possivelmente se preparou
Além de que, pode acontecer o inverso ir bem na entrevista e não ter uma boa performance na dinâmica de grupo. 


REVISÃO: COMPREENDENDO A DINÂMICA DE GRUPO 


A dinâmica de grupo é um instrumento para se obter resultado do indivíduo em meio ao grupo, considerando sua participação no processo seletivo, ou seja, identificar as suas forças e fraquezas, por exemplo, um processo seletivo para vendedor requer que o mesmo tenha/saiba os passos da venda, supondo que são, apresentação, sondagem, negociação e fechamento. 

Deste modo, a dinâmica deve ser aplicada com o mesmo embasamento, em outras palavras, a metodologia deve constar as habilidade exigidas pela vaga, isto quer dizer que, ao realizá-la o candidato terá de passar por estes passos do desenvolvimento de uma venda e isso deve ser observado pelo facilitador/orientador (quem conduz a dinâmica). 

Você acredita que, a dinâmica de grupo é algo apenas para aprimorar um processo seletivo? Leia aqui, quatro passos simples de como fazer dinâmica de grupo.
Imagem de Pixabay | Licença  CC0 Public Domain


Tanto que, o facilitador/orientador identificará quais as forças e as fraquezas que esse candidato possui, ou seja, se algum momento realizou de forma bem sucedida o desenvolvimento de uma venda ou não. 

Considerando, a possibilidade de contratá-lo, este facilitador/orientador saberá quais os pontos que deverão ser aperfeiçoado neste novo contratado, quero dizer que, no treinamento aquilo que foi uma fraqueza pode se tornar uma força. 

Por fim, a dinâmica de grupo é para agregar valor no processo seletivo ou no treinamento, é importantíssimo aplicá-la de modo correto evitando resultados controversos. 

Há interesse em adotar a dinâmica, tenha ciência de quais são os parâmetros que serão avaliados e se este é condizente com o perfil da vaga, se mesmo assim, houver algum tipo de dúvida referente ao perfil do candidato, abra uma oportunidade para conversar com o mesmo e compreenda, se existiu alguma variável que o impediu de obter um melhor desempenho. Certo?! 


E você, aplica dinâmica de grupo na empresa ou tem algum tipo de receio? Me dê sua opinião, quero saber o qual é o seu ponto de vista!
Continue Lendo...

Textual description of firstImageUrl

O Que Ninguém Te Diz Sobre Retorno de Entrevista

| |

Você já se sentiu frustrado ao receber um retorno de entrevista que não explicava o motivo de não ter sido aprovado na entrevista? 

Você já sentiu desânimo ao perguntar ao recrutador o motivo de não passar na entrevista e não ser respondido? 

E você, recrutador já se sentiu o desapontamento, por não conseguir responder o candidato de forma clara, a razão dele não ter sido selecionado para vaga? 

Se a resposta foi sim, continue lendo este artigo e entenda o que ninguém te diz sobre o retorno de entrevista. 

Você já sentiu desamino ao perguntar ao recrutador o motivo de não passar na entrevista e não ser respondido? Se a resposta foi sim, leia este artigo e entenda o que ninguém te diz sobre o retorno de entrevista.
Imagem de Pixabay | Licença CC0 Public Domain


O TAL RETORNO DE ENTREVISTA PADRÃO 


Faz algum tempo que fui questionada referente ao retorno de entrevista padrão, pois tais modelos são insuficientes pela escassez de informação, ou seja, não constam o real motivo que justifica a descontinuidade do candidato no processo seletivo. 

Geralmente, estes modelos informam de modo generalista que, o perfil daquele profissional não prosseguirá nas próximas etapas ou que não foi contratado. 

Segundo, a opinião do leitor que me questionou, uma vez que, não há uma resposta concreta com especificações justificáveis de não contratá-lo ou até mesmo dar segmento na entrevista, este retorno é em vão e frustrante.


RETORNO DE ENTREVISTA E O PONTO-CHAVE: PERFIL DA VAGA 


Entretanto, uma questão relevante deve ser destacada neste contexto, o perfil da vaga. Isto é, qual o tipo de vaga que o profissional está concorrendo? 

Quero dizer que, vagas que em geral são de áreas de: gestão / técnica / especialista tendem a obter um retorno de entrevista direcionado, em outras palavras, um feedback esclarecedor.


ENTREVISTA POR COMPETÊNCIA: POSSUEM DEVOLUTIVAS DIRECIONADAS 


Supomos que, um candidato participa de um processo seletivo para oportunidade de gerente voltado para área operacional, talvez essa vaga tenha um detalhe, a mesma requer um perfil mais técnico e este candidato, possui um perfil mais administrativo. 

Identificado essa diferença de perfis, o feedback terá uma explicação referente ao perfil do profissional e da vaga.

Normalmente, estes casos participam de entrevista por competência, enquanto perfis mais simples não tem a resposta específica e sim, um retorno de entrevista padrão. 

Compreenda melhor neste artigo, o que é a diferença entre o perfil da vaga e do candidato, e se já teve alguma experiência semelhante, dê sua opinião abaixo! 

Você já sentiu desamino ao perguntar ao recrutador o motivo de não passar na entrevista e não ser respondido? Se a resposta foi sim, leia este artigo e entenda o que ninguém te diz sobre o retorno de entrevista.
Imagem de Pixabay | Licença CC0 Public Domain

INDEPENDENTE DO TIPO DE VAGA, É ESSENCIAL A DEVOLUTIVA PARA O CANDIDATO


Sim! O volume de vaga de perfil simples é superior a de vaga de perfil específico. Dificultando o envio de respostas específicas, de tal modo, isso não impede, a falta do retorno de entrevista. 

E é claro que, em contra partida, os profissionais com perfis simples também aguardam algum tipo de sinalização, mesmo sendo a resposta padronizada. 

Caso candidato entre em contato e questione o motivo da resposta negativa, dê um feedback direcionado, visto que, busca aprimorar sua performance nas próximas entrevistas. 

Para saber mais detalhes, sobre o contato do candidato leia o artigo retorno de entrevista: candidato quer saber o motivo da negativa, neste constam informações de como proceder em casos semelhantes. 


CONTRIBUA COM O CRESCIMENTO PROFISSIONAL: DÊ O RETORNO DE ENTREVISTA ESCLARECEDOR


Enfim, em minha opinião, concordo com o que foi apontado pelo leitor, ao recebermos o retorno de entrevista temos expectativa de no mínimo, haver alguma explicação para não continuarmos naquele processo seletivo. 

Aguardar um retorno que, venha contribuir com desenvolvimento tanto pessoal quanto profissional de cada um, para nós que estamos dentro da situação, parece ser algo claro, simples e que estamos fazendo algo corretamente, porém, nem sempre é o que parece. 

Por isso que, muitos candidatos sentem-se frustrados com esse tipo de retorno, em quanto uma minoria, algo aproximado de 1% ou nem isso, querem saber em que ponto estão errando e o que podem aprimorar em sua performance. 

Também temos a questão do alto volume de perfis simples que, quase não damos conta em dar as devolutivas, a sugestão é reservar um tempo e colocar em ordem essa atividade, na hipótese de precisar de uma ajuda, confira este conteúdo e-mails de retorno de processo seletivo - devolutiva vários candidatos e poderá auxiliar em sua tarefa. 

E você, seja profissional de recrutamento e seleção ou candidato, já passou por alguma situação como está? Ou o que, você acha do assunto abordado neste conteúdo? Me dê sua opinião!
Continue Lendo...

Textual description of firstImageUrl

Eu Tenho Um Sonho, Martin Luther King Jr. | E Você, Tem Um Sonho?

| |

Eu tenho um sonho... Ou I have a dream, um lindo discurso feito por Martin Luther King Jr., e hoje pergunto à você qual é o seu sonho?! Todos nós temos um sonhos, e sem eles nós não existimos, o que nos faz ir adiante é a nossa motivação diária, sonhar, ter sonhos!

Eu tenho um sonho! E em meio uma luta, em 1963 Martin Luther King Jr., fez seu conhecido discurso "I have a dream".
Imagem de Pixabay | Licença  CC0 Public Domain


Qual seu sonho? Viajar? Casar? Ter filhos? Ter uma carreira bem sucedida? Fazer intercâmbio? Ter um bichinho de estimação? Você tem um sonho? Eu tenho um sonho! E em meio uma luta, em 1963 Martin Luther King Jr., um sábio homem, fez seu conhecido discurso "I have a dream":

"Eu digo à você hoje, meus amigos, que embora nós enfrentemos as dificuldades de hoje e amanhã. Eu ainda tenho um sonho. É um sonho profundamente enraizado no sonho americano(...) Eu tenho um sonho que minhas quatro pequenas crianças vão um dia viver em uma nação onde elas não serão julgadas pela cor da pele, mas pelo conteúdo de seu caráter. Eu tenho um sonho hoje! (...)"

Para quem não conhece Luther King foi um dos líderes mais importantes no movimento dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos e em 1964 recebeu o Prêmio Nobel da Paz pelo combate à desigualdade racial através da não violência.

Vejam o discurso na íntegra clique aqui. 


 NÃO IMPORTA QUAL SEU SONHO, SONHE ALTO!


Sem dúvidas, Luther King, teve um discurso memorável e atemporal, certamente é o que todos os seres humanos esperam viver por igualdade, independente, de classe social, raça, cultura, sexo e entre outras desigualdades existentes.

Porém, cada pessoa tem seu próprio sonho, para alguns este pode representar insignificância, talvez o que os outros não saibam é que, mesmo o sonho sem importância é a única coisa de valor que esta pessoa tenha.

Enfim, tenha em mente que, quando não sonhamos mais, deixamos de acreditar, perdemos aos poucos a esperança. Não desista de seus sonhos, da mesma forma não impeça ninguém de sonhar. Tenha sonhos, sonhe alto e não deixe que ninguém roube o seu sonho.

*Publicado originalmente em 21.10.12
Continue Lendo...

Blog DespertaRH 2012-2017. Criado por: Deise Silva. Tecnologia do Blogger.